Equipamento para Aquisição e Registo de Dados

Software e Dataloggers para:

  • Estacas Cravadas
  • Ensaio Lugeon
  • Injecção de Caldas de Cimento
  • Trados
  • Jet Gouting
  • Perfuração
  • Mistura de Solos
  • Vibroflutuação
  • Paredes Moldadas

Estacas Cravadas

A técnica de estacas cravadas consiste na introdução de estacas pré-fabricadas. Esta técnica apresenta a vantagem de o terreno, ao ser deslocado, ficar comprimido no decurso da cravação aumentando a fricção contra as estacas e, consequentemente, a capacidade de absorção de carga.Display,directamente no datalogger LCD, dos parâmetros imediatamente registados, ou a sua média, bem como do registo gráfico relativo à profundidade  e dados sumários.Download dos dados para PC com vista ao processamento, arquivo, exportação e impressão de relatórios circunstanciados.Medição e registo dos seguintes parâmetros seleccionáveis:

  • Profundidade
  • Número de pancadas
  • Energia das pancadas
  • Inclinação
  • Pressão do martelo
  • Data e timing da cravação
  • Input para o receptor GPS´

Ensaio Lugeon

O ensaio Lugeon é utilizado para medir a quantidade de água injectada num troço de um furo perfurado a uma pressão constante; o valor (valor Lugeon) é definido como sendo a perda de água em litros por minuto e por metro furo a uma pressão de 10 bar.

JET DAQ 2A

1 bomba.

  • Ligação directa a PC em tempo real
  • Medição dos parâmetros de pressão, caudal e volume.
  • Display, directamente no monitor do PC, dos valores de pressão instantânea, caudal médio e volume
  • Display no monitor do PC, em tempo real, de todos os gráficos Lugeon e relatórios sumários
  • Registo de dados directamente no PC

JET 4000 AME

De 1 a 4 bombas

  • Medição e Registo dos parâmetros de pressão, caudal e volume
  • Display, directamente no datalogger LCD, dos valores instantâneos de pressão, caudal médio e volume
  • Display em tempo real dos gráficos de injecção e relatórios sumários
  • Paragem automática do injector, pelo método GIN quando atingidos os valores máximos de pressão e volume estabelecidos ou alcançada a duração máxima
  • Reinício automático da injecção se, após paragem, a pressão descer para valores inferiores aos pré-estabelecidos
  • Arranque dos injectores directamente a partir do teclado datalogger

JET 4000 AME / I

  • Envio a partir do PC de um projecto com diferentes tipos de ensaios para evitar a configuração  na obra
  • Descarga de dados para PC para  criação e impressão de relatórios sumários visando a obtenção de ficheiros de rápida e fácil impressão das injecções efectuadas bem como a exportação de dados para Microsoft Excel
  • Possibilidade de impressão imediata de dados através do impressor JET PRINTER 60 que pode ser instalado no datalogger
  • Possibilidade de ligação a PC em tempo real

JET DSP 100 / IR (1 bomba):
· Medição e Registo dos parâmetros de pressão, caudal e volume.
· Display com dígitos sobredimensionados, e directamente no datalogger LCD  dos valores de pressão instantânea, caudal médio e volume.
· Descarga de dados para PC para criação e impressão de relatórios sumários visando a obtenção de ficheiros de rápida e fácil informação das injecções efectuadas
bem como a exportação para Microsoft Excel
· Possibilidade de ligação a PC em tempo real.

 

Injecção de Caldas de Cimento

 

Para injecções a baixa pressão os Instrumentos DAT fornecem dois tipos de produtos:JET AME 4000 / I, até 4 bombas, com funções de monitorização, registo e automação;
· Medição e registo dos parâmetros de pressão, caudal e volume da calda de cimento.
· Display, directamente no datalogger LCD, dos valores da pressão instantanea,caudal médio e volume.
· Display em tempo real dos gráfico da injecção e dos relatórios sumários.
· Paragem automática do injector, através do método GIN, sempre que a pressão maxima estabelecida e o volume máximo da calda forem atingidos, ou quando for
atingida a duração máxima.JET DSP 100 / IR,  para 1 bomba apenas com funções de display e registo.
· Medição e registo dos parâmetros  de pressão, caudal e volume da calda de cimento.
· Display com dígitos sobredimensionados, e directamente no datalogger LCD, dos valores da pressão instantanea, caudal médio e volume
· Descarga de dados para PC para criação e impressão sumária de relatórios visando a obtenção de ficheiros de rápida e fácil informação das injecções efectuadas
bem como a exportação de dados para Microsoft Excel.

Trados

A técnica CFA (Trados Contínuos) é um método de injecção de estacas. O terreno é perfurado com um trado de contínuo e em seguida injectado com cimento através do mesmo trado. Concluida a injecção é introduzida no furo uma armadura.
Display, directamente no datalogger LCD, dos parâmetros instantâneos e médios registados, dos gráficos relativos à profundidade e dos dados sumários.
Arranque automático do equipamento no início do registo; paragem automática ao atingir a profundidade pretendida ; gestão automática da subida das varas (controle ligado/desligado, opcional: proporcional).Reconhecimento automático da operação de mudança de varas. Suspensão automática do registo
Descarga de dados para PC em ordem ao processamento de ficheiros, exportação e relatórios circunstanciados.
Medição e registo dos seguintes parâmetros seleccionáveis ( por sensores apropriados quer para o decurso da perfuração quer para a operação de retirada de varas)
· Profundidade da perfuração (JET DEPTH)
· Velocidade das varas (JET DEPTH)
· Translação / Velocidade das varas (JET DEPTH)
· Perfuração /Varas; Rotação / Torque (JET TORQ)
· Perfuração/Varas; Velocidade de rotação /Varas (JET ROT)
· Inclinação da Torre (eixo X e Y) (JET INCL XY)
· Pressão do cimento (JET PRESS)
· Caudal e volume do cimento (JET FLOW)
· Possibilidade de regular o tempo de subida das varas
· Comprimento da estaca injectada
· Data (Início e conclusão do trabalho)
·  Input para receptor GPS

Jet Grouting

A técnica de Jet Grouting consiste na injecção de calda de cimento a alta pressão. A versão Jet-2 consiste na injecção de ar e cimento e permite a construção de estacas de grande diâmetro. A versão Jet-3 consiste na injecção simultânea de ar, água e cimento
Display, directamente no datalogger LCD, dos parâmetros instantâneos e médios registados bem como o registo gráfico relativo à profundidade e dados sumários.
Arranque automático do equipamento no início do registo, paragem automática ao atingir a profundidade, gestão automática do tempo faseado de subida das varas.
Reconhecimento automatico da operação de mudança de varas  Suspensão automática do registo..­Descarga de dados para PC para processamento de ficheiros,
exportação e relatórios circunstanciadosMedição e registo dos seguintes parâmetros (por sensores apropriados quer no decurso da perfuração, quer na retirada das varas:
· Profundidade da perfuração (JET DEPTH)
· Força de avanço (JET FORCE)
· Translação / Velocidade das varas (JET DEPTH)
· Perfuração / Varas ; Rotação / Torque(JET TORQ)
· Perfuração / Varas ; Velocidade de rotação / Varas  (JET ROT)
· Inclinação da Torre ( Eixo X e Y) (JET INCL XY)
· Pressão do cimento, caudal e volume
· Pressão da água, caudal e volume
· Pressão do ar
· Tempo faseado da subida das varas
· Comprimento da coluna injectada
· Data e tempos de perfuração / Jetting e duração
· Energia relativa do terreno
· Input para receptor GPS

Perfuração 

Registo de parâmetros em tempo real. É possível a análise das características mecânicas do terreno.
A diagrafia de profundidade destaca os diferentes níveis estratigráficos do terreno.
Display, directamente no datalogger LCD, dos parâmetros instantâneos e médios registados, dos gráficos de profundidade e dos dados sumários.
Arranque automático do equipamento no início do registo, paragem automática ao atingir a profundidade pretendida.
Reconhecimento automático da operação de mudança de varas. Suspensão automática do registo
Descarga de dados para PC em ordem ao processamento de ficheiros, exportação e relatórios circunstanciados.
Medição e registo dos seguintes parâmetros seleccionáveis:· Profundidade da perfuração (JET DEPTH)
· Força de avanço (JET FORCE)
· Translação / Velocidade das varas (JET DEPTH)
· Perfuração/Varas ; Rotação / Torque  (JET TORQ)
· Velocidade de perfuração das varas (JET ROT)
· Inclinação da Torre (eixo X e Y) (JET INCL XY)
· Pressão da água (JET PRESS)
· Caudal e volume da água (JET FLOW)
· Data, tempos da perfuração e duração
· Energia relativa do terreno
· Input para receptor GPS

Mistura de Solos

A técnica de mistura de solos consiste na injeção de cimento durante a perfuração e na fase de injecção, a baixa pressão.
Há dois tipos de operação : a superficial e a profunda (mistura de solos em profundidade).
Display, directamente no datalogger LCD, dos parâmetros instantâneos e médios registados e dos gráficos relativos á profundidade e dos dados sumários.
Arranque automático  do equipamentom no início do registo ; paragem automatica ao atingir a profundidade pretendida ; gestão automática  da subida das varas
(controle ligado/desligado calculado sobre volume /metragem)
Reconhecimento automático  da operação de mudança de varas . Suspensão automática do registo.
Descarga de dados para PC em ordem ao processamento de ficheiros, exportação e relatórios circunstanciados.
Medição e registo dos seguintes parâmetros  (por sensores apropriados para  o movimento de descida e retirada das varas):· Profundidade da perfuração (JET DEPTH)
· Força de avanço (JET FORCE)
· Translação / Velocidade das varas (JET DEPTH)
· Perfuração / Varas ;Rotação / Torque (JET TORQ)
· Perfuração / Varas ; Velocidade de rotação / Varas (JET ROT)
· Inclinação da Torre (eixo X e Y ) (JET INCL XY)
· Pressão do cimento (JET PRESS)
· Caudal e volume do cimento  (JET FLOW / E)
· Litros / metros injectados
· Comprimento do tratamento
· Data (Início e conclusão do trabalho) Duração
· Input para receptor GPS

Paredes Moldadas

As paredes moldadas devem ser executadas com vista à obtenção de um trabalho conforme ao projecto. A verticalidade e rotação devem obedecer a um plano de trabalho cuidadoso para garantir a impermeabilidade das juntas.
DataloggerJET DSP 100/ D  com display , em monitor sobredimensionado, e registo em memória interna dos seguintes parâmetros:
· Profundidade (m, com resolução de 1 cm)
· Inclinação ,sobre  eixo X e Y, em relação à vertical  (com resolução de 0,1°)
· Rotação do Grab ,sobre eixo Z, (com resolução de  1°)
· Desvio,eixo X e Y ,em relação à vertical (com resolução de 1 cm)
Os dados são adquiridos por sensores instalados no equipamento de escavação.O sensor de inclinação pode ser ligado ao datalogger por cabo ou via rádio.O JET DSP 100 / D pode registar os dados de escavação em função da profundidade. No decurso dos golpes necessários  à execução da parede moldada  os dados individuais de cada  golpe ficam registados. Os dados do último golpe são igualmente registados com vista à análise da escavação no PC no regresso ao escritório. O datalogger pode ser ligado através do PC. Deste mdo é possível a calibração dos sensores, a introdução de parâmetros de aquisição de dados e a indicação de valores em gráficos de larga escala

Vibroflutuação

A técnica da Vibroflutuação utiliza um torpedo vibrador que penetra no terreno. Este é compactado por força desta acção vibratória.Os materiais tipo gravilha são acumulados num espaço livre produzido pela vibração. Estes materiais vão aumentar a solidez do terreno.
Display, directamente no dattaloger LCD, dos parâmetros instantãneos e médios registados, dos gráficos relativos à profundidade e dos dados sumários.
Descarga de dados para PC em ordem ao processamento de ficheiros,  exportação e relatórios circunstanciados.
Medição e registo dos seguintes parâmetros (por sensores apropriados para o movimento de descida e de retirada do martelo ) :
· Profundidade do tratamento (JET DEPTH)
· Volume da gravilha adicionada (número de mandíbulas
· Corrente absorvida pelo martelo eléctrico
ou
· Pressão do martelo hidráulico
· Duração do tratamento
· Data,(início e conclusão do trabalho), duração
· Input para receptor GPS